Pai Natal foi acusado de ser um “superspreader” covid após surto em lar de idosos

NOTÍCIAS

O PAI foi acusado de ser um “superspreader” covid depois de um surto num lar belga ter deixado cerca de 75 pessoas a testar positivo para o vírus após a sua visita festiva.

Jolly ol’ St. Nic parece ter trazido mais do que apenas alegria de Natal este ano depois de ter sido noticiado no domingo, 13 de dezembro, que os residentes na casa residencial de Hemelrijck deram positivo para COVID-19, de acordo com as autoridades de Mol, Antuérpia.

O presidente da Câmara de Mol Wim Caeyers disse à emissora flamenga VRT que a visita foi “feita com a melhor intenção, mas correu mal”.

As autoridades começaram a testar os residentes na casa depois de terem sido informados de um possível surto depois de o homem que interpretava o famoso companheiro de ficção ter ficado doente e ter dado positivo ao COVID.

Jannes Verheyen, porta-voz da Armonea, a empresa que gere a casa, disse ao The Brussels Times: “A equipa está muito chocada com o que aconteceu, mas isso também os deixa muito motivados para que o vírus volte a sair.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *